Eco-friendly

Eco-friendly significa ecologicamente amigável. E esse termo está super em foco no momento.

O mercado já esta ficando bem recheado  de produtos que trazem esse benefício.

A busca por uma vida mais saudável e consciente tem sido o foco de muitas pessoas e empresas nesses últimos anos. O mundo está tomando uma nova consciência das coisas ao seu redor.

Que bom que estamos acordando e abrindo novos horizontes para novas formas de fidelizar relações entre empresas e clientes. Uma fidelidade de verdade, de atitudes em conjunto tanto na venda quanto no consumo.

É muito mais que produto é consciência,  é um manifesto sem grito, é um conceito de um futuro mais promissor.

Estamos cada vez mais comprometidos uns com os outros e com a natureza e isso é sem dúvida um grande avanço!

Queremos saber tudo, de onde vem o produto, qual o processo que ele passou , qual foi a mão de obra utilizada e quais os recursos que foram extraídos da natureza para fabricá-los.

Queremos a transparência!

Hoje no mercado existem várias marcas que trabalham esse conceito:

Insecta Shoes

Eles são do Rio Grande do Sul e seus sapatos são veganos e sustentáveis.

São confeccionados através de roupas usadas, garrafas plásticas recicláveis e algodão reciclável.

@insectashoes

Flávia Aranha

“Matérias-primas naturais com cores de
plantas e ervas brasileiras.
Roupas feitas para a pele respirar.”

“Desde 2016 somos uma empresa certificada pelo Sistema B, uma iniciativa atuante em mais de 50 países que consolida a transparência nos processos de produção e as preocupações com os impactos socioambientais, equiparando-os ao lucro nas prioridades da gestão de uma empresa.”

@flaviaaranha

Reserva Eva

Em parceria com a Rhodia, o grupo desenvolveu um tecido experimental que se decompõe em três anos.

Para quem não conhece; o projeto Eco moda leva aulas de costura e modelagem para o morro da Mangueira, no Rio de Janeiro, com roupas que seriam incineradas.

@useeva

Reformation

A marca produz peças que não causem impactos negativos ao meio ambiente durante o processo de produção.

Todos os tecidos utilizados na confecção das roupas provém da matéria-prima que as fábricas descartam.

@reformation

Basta fazer uma rápida pesquisa na internet e você vai ver várias marcas tanto de vestuário, calçados, cosméticos, decoração….

Essa conscientização é necessária hoje, nesse mundo de “descate” que vivemos desenfreadamente.

Os valores precisam mudar e precisamos estar atentos a tudo.

Você já parou para pensar na escravidão que muitas pessoas vivem para produzir produtos baratos e insignificantes que compramos sempre e logo jogamos fora?

Esse é o ciclo que o ser humano tem vivido, o ciclo da indústria de consumo.

Não estou falando que temos que parar de consumir, seria até uma hipocrisia da minha parte, mas temos que ter consciência e valorizar o que realmente é bom e tem função.

Vamos refletir?

Reciclar pensamentos é muito bom!

Beijinhos eco-friendly para todos

 

 

Deixe uma resposta